Newsletter
Receba nossos artigos diretamente no seu email.
Nome
Email
Cadastro manual: Entre em contato
 




 
 
30/12/2014
O PAPEL DA MÃE E DO PAI NA FORMAÇÃO DOS FILHOS
Desejo falar antes de Jesus
 
 
 

Porto Belo, SC, 20 de Dezembro de 2014

Cenáculo de Natal na Capela Nossa Senhora de Sion

Paz!”

Muito obrigada, amados filhinhos.

Hoje, Eu gostaria de falar algo mais sobre o papel da mãe e do pai, na formação de seus filhos.

Mas, desejo antes, falar de Jesus!

Ele nasceu, lindo!

Todas as crianças, ao nascerem, são lindas para os pais, e cercadas de todos os mimos por parte deles e de tantos amigos ou parentes.

E assim Jesus!

E tudo o que a criança faz, é notado pela mãe ou pelo pai, e é motivo de alegrias.

E assim Jesus!

E crescem e se desenvolvem, e são mais motivos de alegrias e encantamentos.

O primeiro tapa;

O primeiro choro;

O primeiro sorriso;

A primeira palavra;

O primeiro passo...

E assim Jesus!

E as crianças crescem em graça, sabedoria, saúde...

E assim Jesus...

Mas aqui, nesta fase, isto normalmente não acontece com todas as crianças!

E por que não?

As crianças começam a serem deixadas de lado...

As primeiras travessuras, os primeiros palavrões...

E os pais sem as observarem, ou até a acharem graça e motivo de risos, certas peraltices ou palavrões maus educados...

E por que as crianças começam a trilhar estes caminhos diferentes daqueles “ensinados” pelos pais?

Porque não foram ensinadas!

E assim, sem a graça, sem a sabedoria do Céu, absorvem as coisas do mundo e tudo o que o mundo ensina.

Jesus não foi assim!

Sempre acompanhado por papai, por mamãe, crescia na sabedoria e graça divinas.

E também, nos seus sofrimentos, nas suas lutas, reportava-se aos seus pais, pois neles, Ele depositava toda a confiança, haja visto, o exemplo que eles mostravam.

E assim, até o fim, até a morte, Jesus teve como companhia a Mim!

Suas dores, foram minhas;

Seus sofrimentos foram meus;

Sua vida de luta, foi minha;

Sua história, foi a minha história!

Sou mãe, sabem, filhinhos? E agi como mãe!

E por isso NÃO PERDI O MEU FILHO!

Pelo contrário: por causa de meu filho, o mundo recebeu o direito à salvação!

Por causa de meu filho...

(Neste momento, Jesus interfere)

- Mamãe, por causa de Tí, o mundo foi salvo!

Por causa de Mim, o Céu é teu, para sempre!

E do jeito que és: IMACULADA!

                           INCORRUPTA!

Para sempre! Amém!

“Jesus!”

(Agora, Nossa Mamãe fala de novo.)

Filhinhos, amai a Jesus...

Não percais a oportunidade que tendes, de amá-lo!

Elevai-o, como aqui, neste presépio: da gruta para o Céu! Amém!*

Eu vos abençoo, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém!

“Maria, Mãe do Universo!”

 

·       Da gruta para o Céu: trata-se do presépio montado na capela: a Marilene colocou, no estábulo, no lugar do Nascimento, os três Reis Magos, em atitude de reverência a ler a Palavra de Deus, na Bíblia ali exposta. E colocou o “Nascimento”, mais acima, sobre nuvens, em meio às luzes.

 

 

 

 
 
Artigo Visto: 2011 - Impresso: 22 - Enviado: 18
 

ATENÇÃO! Todos os artigos deste site são de livre cópia e divulgação desde que sempre sejam citados a fonte www.salvaialmas.com.br

 

Visitas Únicas Hoje: 614 - Total Visitas Únicas: 1817703 - Usuários Online: 67
Copyright 2015 - www.salvaialmas.com.br - Todos os Direitos Reservados
Desenvolvido por: www.espacojames.com.br/sites