Newsletter
Receba nossos artigos diretamente no seu email.
Nome
Email
Cadastro manual: Entre em contato
 




 
 
16/04/2006
Penas muito grandes
 
 
 

    “Paz!”

“Muito obrigado a todos os que participaram da Anistia da Dor!
Deus Pai acolheu cada oração, cada sacrifício, cada gesto de amor. Com efeito, todos os momentos da vida de cada participante, foram acompanhados criteriosamente pelo Pai!
Houve esforços, lutas, fé e muita piedade. Houve momentos de desânimo, de fraqueza, de dúvidas! Muitos interromperam, muitos não conseguiram cumprir totalmente... Enfim, por força das dificuldades, das dores, dos ataques...
Na verdade, fora dito que muitas tribulações aconteceriam durante a Anistia da Dor (por isso o nome) e muitas perseguições por parte do inimigo mas que, para quem vencesse, haveria graças abundantes e períodos de paz! E isto acontecerá como prêmio aos que venceram!
A Anistia da Dor movimentou todo o Céu e foi acompanhada passo a passo, por Deus! E Deus achou “BOM!”
A luta, a abnegação, o amor, agradaram muito a Deus!
A meta era a libertação total do Grande Purgatório, e esta meta foi perseguida, foi buscada...
Infelizmente as penas, por serem grandes demais, não puderam ser apagadas por completo!
Ainda há que se rezar: Deus ainda quer aguardar, na esperança da Ressurreição total de todos os penitentes do Grande Purgatório!
Há uma promessa:
“O Grande Purgatório existiria até o final dos tempos! Por isso, não poderá vir este último (final) sem que o primeiro seja libertado!
Mas o Pai se acha feliz com o resultado e se TODOS (os que participaram) tivessem realmente levado a sério cada minuto da campanha, aconteceria agora a oportunidade de se iniciar a transformação... 
Na verdade, a historia do homem é repleta destes gestos: a dúvida, a fraqueza, a falta de fé e perseverança, fizeram com que muitas vezes Deus adiasse seus planos... Seu amor é grande demais para sacrificar seus próprios filhos!
E o céu não seria feliz para muitos... não totalmente!
Mas aos que rezaram com amor, com desprendimento, sem a curiosidade dos números. Deus presenteará com infindas graças!
Muito obrigado então, filhos! Muito obrigado!
Sabereis da importância deste vosso ato e de quanto o mundo foi por ele beneficiado! Frente à frente, ouvireis do próprio Deus! Amém!
Eu abençôo a todos vós, e de maneira especial aos que realmente se colocaram à disposição dos desígnios de Deus. Amém!”
“Jesus!”
(Em seguida: )
“Filhinhos amados: também preciso agradecer a todos vós por vossa coragem força, determinação e amor”!
Contudo, sabeis que, para se obter a Ressurreição é necessária a Cruz! Jesus fez isto!
Por isso, a Anistia da Dor, não poderia passar sem isto!
Nos momentos de oração, as Grandes Almas eram aliviadas de suas dores e por alguns momentos, sentiam o céu... e isto as tornavam diferentes, flamejantes: sentiam um pouco dos prazeres do céu, e isto fazia com que mais ainda se empenhassem em ajudar-vos nesta missão! Muitas ofereceram vários dias a outros, e todas ofereceram alguns dias por vós! O amor delas por vós é imenso e continuarão a vos amar e interceder por vossos momentos difíceis ou vossas necessidades...
Contai também sempre Comigo. Amém!”
“Maria, Mãe do Universo!”
 
(Depois... )
 
“ A mim me foi dada a missão dos números: realmente foi fantástico o número de libertados. O céu esteve constantemente em movimento por causa do acolhimento a quem lá chegava! E, se eu fosse falar a linguagem dos homens, eu diria: Isto me deu uma canseira!
De fato, todo o exército vos acompanhou porque os inimigos precisavam ser barrados...Mas isto trouxe muitas alegrias e a certeza de estar colaborando para a execução do Plano final de Deus!
Final, conforme escrito... Mas eterno e cheio de novidades e surpresas para sempre!
Ficaram 100 mil!
O céu não precisa vos pedir, isto é, Maria ou Jesus não pedirão, mas bem que poderíeis continuar até o dia da Misericórdia... Vosso esforço e amor, sem o pedido, será um poderoso instrumento que poderia derrotar definitivamente as tramas do inimigo!
Rezai muito por vossa Igreja: Por Bento XVI que é alvo maior dos demônios! Amém!
Muito obrigado e contai sempre comigo!”
“São Miguel!”
 
(Dia da Misericórdia : a novena se iniciou na Sexta Feira Santa e o Dia será em 23 de Abril, conforme Decreto do Papa João Paulo II)
 
 
 
Artigo Visto: 2483 - Impresso: 38 - Enviado: 29
 

ATENÇÃO! Todos os artigos deste site são de livre cópia e divulgação desde que sempre sejam citados a fonte www.salvaialmas.com.br

 

Visitas Únicas Hoje: 616 - Total Visitas Únicas: 1817705 - Usuários Online: 67
Copyright 2015 - www.salvaialmas.com.br - Todos os Direitos Reservados
Desenvolvido por: www.espacojames.com.br/sites