Newsletter
Receba nossos artigos diretamente no seu email.
Nome
Email
Cadastro manual: Entre em contato
 




 
 
19/05/2009
Visitas a cemitérios IV
São "tolos" os que não caminham com Deus
 
 
 

Visitantes: Norma e Cláudio

 Cemitério Municipal da Fazenda - Itajaí – SC 

 “Paz!”

 Andréa quer falar...

 - Agora percebo o quanto são “tolos” os que não caminham com Deus! E eu que pensava o contrário!

 Vi os sofrimentos do Purgatório minutos antes de minha morte e fiquei pasma: Olhos abertos, fixos, sem vida, até o fim do mundo!

 Mas fui resgatada a tempo! Deus abreviou o meu tempo!

 Agora percebo quão tolos são os que não querem ver...

 Graças ao amor e dedicação de vocês, e, sobretudo a determinação da Norma e a paciência do Vilson, estou salva!

 E ficarei eternamente grata, ou até o Final dos Tempos! Amém!

 Obrigada por cuidarem dos meus!

 Rezo por Giane, por Rita, por Vilson!

 Muito Obrigada!

 Deus há de agraciar vocês com favores sem conta! Amém!

 “Andréa!”

 “Sim, Filhinhos: E assim, tantas outras!”

 “Eu vos abençôo, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.     “Amém!”

 “Maria, Mãe do Universo!”

 “Não tereis o Purgatório!”

 “Jesus!”

 A explicação de Nossa Senhora

  Andréa era católica, casou-se católica e viveu por muitos anos esta fé, até que foi morar perto de sua mãe, que freqüentava outras igrejas: Assembléia de Deus, Universal, da Graça... mas na verdade freqüentava a que mais lhe era conveniente... Ao acompanhar a mãe, Andréa se afastava cada vez mais do caminho verdadeiro, e começava até a criticar os que caminhavam. Suas filhas corriam o risco de também se distanciarem da estrada. O Vilson procurava viver a Doutrina Católica, mas encontrava dificuldades e barreiras... Na doença, a esposa precisou de orações, de cuidados, e os “crentes” não rezaram por ela – nem sua família!

 Já nos últimos momentos de vida recebeu orações de Norma e Vilson, assim como de Giane e Rita, que rezavam fervorosamente e de joelhos aos pés de seu leito, no hospital!

 Naquele momento seu estado era deplorável: olhos arregalados, fixos, boca aberta, deixava transparecer espanto, susto e medo ... Estava imóvel: sem condições de se mover ou falar!

 E assim até à hora da morte!

 E esta seria sua “paga” para sempre, se não percebesse que, ao seu redor estavam pessoas que a amavam de verdade, intercedendo a Deus por seus pecados e a Ele pedindo Misericórdia.

 E, por causa deste gesto, teve forças de pedir a Deus o seu resgate... Na última hora! Por isso agora agradece por seu Purgatório tão curto e o Céu para a eternidade!

 O Amor faz destas coisas!

 E isto a Igreja Católica ensina: rezar pelos pecadores pedindo a Deus seu resgate!

 Após a morte, Andréa não recebeu nenhuma oração de seus familiares, pois “crentes” não rezam pelas almas! Nem no momento de seu enterro.

 Recebeu a oração dos católicos. Estes amam e se preocupam com o bem estar dos seus, também após a morte!

 O que Andréa viu antes de morrer foram as almas dos réprobos: os que em vida sabiam, mas não queriam saber! Viam, mas não queriam ver! Ouviam, mas não queriam ouvir!

 Sabiam a verdade... Mas preferiram viver a mentira!

 A mentira é mais cômoda, mais conveniente!

 Um pastor “crente” disse, dias após a morte de Andréa: - Ela está na escuridão, tateando, buscando. 

 Buscando o que? Os crentes não rezam pelas almas porque dizem que a pessoa que morre, fica no túmulo até o juízo final e por isso não adianta rezar por ela.

 Ora, se fica no túmulo, como é que pode estar “tateando”, buscando por aí?

 Eles acreditam no padecimento após a morte! Apenas não querem, por absoluta teimosia, ensinar isto!

 Réprobos!

 Portanto, a Igreja Católica está corretíssima em rezar pelos mortos... Na verdade, não são mortos: apenas seus corpos se misturam à terra! Suas almas, sopradas por Deus, vivem para sempre. Com efeito:

 - O Senhor não é Deus dos mortos, mas dos vivos! Amém!

 Andréa agora, é uma grande intercessora de sua família, e a Deus pede clemência e o perdão para todos.

 É mais um Santo no Céu!

 Cabe a seus familiares entenderem isso! Amém!

 Muito Obrigada a vós que rezais pelas almas.

 Que amais até o fim! Amém!

 “Maria, Mãe do Universo!”

 Dia 17 de Maio de 2009

 

 
 
Artigo Visto: 2614 - Impresso: 45 - Enviado: 20
 

ATENÇÃO! Todos os artigos deste site são de livre cópia e divulgação desde que sempre sejam citados a fonte www.salvaialmas.com.br

 

Visitas Únicas Hoje: 403 - Total Visitas Únicas: 1636135 - Usuários Online: 34
Copyright 2015 - www.salvaialmas.com.br - Todos os Direitos Reservados
Desenvolvido por: www.espacojames.com.br/sites