Newsletter
Receba nossos artigos diretamente no seu email.
Nome
Email
Cadastro manual: Entre em contato
 




 
 
30/03/2014
AMAI VOSSOS FILHOS
Tendes a obrigação de dar de presente a eles, o Céu!
 
 
 
AMAI VOSSOS FILHOS
 
Cláudio - Jesus, Mãe Amada, tenho ouvido por muitas vezes a vossa exortação: “ Cuidai de vossos filhos. Tendes a obrigação de dar de presente a eles, o Céu!” E por muitas vezes me pergunto: Como fazer isto acontecer? Quais as atitudes, quais os caminhos que devemos seguir, a fim de que possamos dar a eles o Céu?
 
Jesus – De fato, não é tarefa fácil, uma vez que o mundo procura desviar os filhos, dos ensinamentos dos pais. É necessário o exemplo: se viverdes corretamente os caminhos de Deus em todos os sentidos; se em vossos corações houver amor, somente o amor, então a tarefa será mais fácil, pois caminhareis os melhores caminhos, tereis paz, e o sorriso em vossos olhos contagiariam vossos filhos e os fariam desejar vos seguir. Afinal, quem não deseja ser feliz?
Mas não bastaria isso: É necessário olhar para eles. Observá-los em cada detalhe, em cada movimento, em cada instante, pois não são sempre os mesmos, e por isso, não valem sempre as mesmas regras.
De fato, eles crescem e a cada minuto absorvam novos ensinamentos e suas mentes e seus corações se inundam de novidades, de novos conhecimentos.
Portanto, não são sempre os mesmos: Mudam a cada instante!
Por isso há a necessidade de segui-los, afim de que possais, nos momentos corretos, ajudá-los a seguir os próximos passos.
Se não os conheceis, não os podereis guiar.
Não seria correto, os filhos somente copiarem os pais, mas aprimorarem para nas etapas a seguir, o que de bom aprenderam.
 
Maria – Para a mãe, o filho é tudo! De fato, a mãe tem o Dom do amor maior do que o pai! É Dom especial!
O amor da mãe se iguala ao amor de Deus!
E por isso, ela á mais responsável pela formação dos filhos! Porém a mãe não tem condições de formá-los, educá-los sozinha, sem a cooperação do pai: os dois são “um”. A família é “um”!
Por isso os pais tem a obrigação igual nesta caminhada.
 
Jesus – O que se observa, no entanto, é o distanciamento dos pais desta admirável Missão!
Os pais que só ditam ordens, que se acham os únicos sábios e donos da verdade, não são pais: são ditadores.
Os pais que não dialogam ou que não vão ao encontro dos filhos, não são verdadeiros pais: são ditadores!
Os pais que se excluem da formação de seus filhos, não são pais: são ditadores!
Os pais que exigem dos filhos a submissão e negam a eles o direito à defesa ou ao diálogo, não são pais: são ditadores!
Os pais que pregam a não necessidade do progresso ou a prosperidade de seus filhos, alegando que tudo terminará logo e que por isso, nada tem mais importância, não são pais: são ditadores!
De fato, pais verdadeiros conhecem seus filhos, dialogam e dividem com eles seus planos de vida e de futuro, porque os planos visam a família, dizem respeito a ela, ao bem estar de cada um, e não somente deste ou daquele!
Mas este ou aquele pode ter tendências diferentes, dons diferentes e por isso a necessidade do diálogo e o conhecimento de cada um!  
A maior barreira a ser derrubada nas famílias, é a barreira da ditadura! É um dos piores demônios dentro dos lares!
E quem aciona estes demônios?
 
Cláudio – Devemos então, ir ao encontro de nossos filhos também na caminhada física, nos bens materiais, terrenos?
 
Jesus – Para ensiná-los e ajuda-los a ser instrumentos da história, sentirem-se valorizados.
Com efeito, ninguém pode parar na estrada, parar o arado, e muito menos barrar a caminhada dos filhos: isto seria indigno e repugnante diante de Deus que deu a liberdade a cada um, de escolher seus caminhos, escrever sua historia... Deus não quer encontrar ninguém parado, quando se apresentar diante do homem... Cobrará caro dos responsáveis!
Eu nasci em uma manjedoura, mas não vivi em uma manjedoura: meus pais trabalhavam e me ensinaram a trabalhar... Não vivi em uma manjedoura!
E assim, ninguém deve viver ou se contentar com o que tem, mas buscar, procurar, lutar e encontrar seu ideal e se empenhar em bem executá-lo, afim de atingir a meta e a consequente felicidade e a sensação de sentir o dever cumprido!
 
Maria – Da mesma forma em casa, o esposo, o pai, deve primar pelo bom ambiente físico: cuidar da casa, mantê-la em ordem... De fato, quem ama a esposa e filhos, deseja o melhor para eles, e não pode cruzar os braços e deixar a casa ruir, “porque afinal, tudo vai acabar”... Isto é muito triste!
A mulher tem sim, o dom maior do amor, e ela deseja o melhor também nos caminhos físicos e tem razão, porque na terra se vive o físico, e o homem precisa ajudá-la... Precisa entender isso!
Muitas mães pretendem dar o melhor a seus filhos e se vêm barradas pelo próprio esposo que alega tudo isso sem importância.
Se os pais de outrora assim agissem, como estariam os filhos de hoje?
 
Cláudio – Mas o mundo não vai acabar? Esta nossa história não vai acabar com a vinda do Novo Reino?
 
Jesus – Acabará para os que deixaram seus jardins sem flores... Para os que deixaram murchar as flores!
 
Maria – Lembra-te do que te falei um dia: “Se hoje ficares sabendo que amanhã o mundo acabará e eu te pedir a construção de uma Igreja, deverás construir a Igreja, para que amanhã Deus não te encontre parado!
“Quem para o arado, não verá o Reino, pois não será digno de Mim, já dissera Jesus! Amém!”
 
Cláudio – Há pessoas que trabalham para o Reino e por isso deixam alguma coisa de lado...
 
Jesus – Trabalhar para o Reino não significa somente evangelizar, ensinar a rezar. Trabalhar para o Reino envolve o cumprimento de toda uma missão, e a família é uma Missão! E se esta Missão não for tomada como tal, a família desabará e o resultado será a conseqüente perda dos caminhos por parte dos filhos, porque estes se confundirão num mundo cheio de mentiras, de perversidades, de males, de fatalidades. De fato, o mundo fará dos filhos o que bem entender... Então, tendes como Missão principal a vossa família e isto vos será cobrado muito caro!
 
Cláudio – É difícil se viver família nos tempos de hoje.
 
Jesus – Sempre foi difícil viver em família. O que acontece hoje é que não se quer mais o compromisso! Cada qual quer viver o seu ego, não respeitando a opinião do outro; ninguém aceita mais as cruzes; ninguém aceita mais o sacrifício; ninguém quer mais lutar, e cada dificuldade, por menor que seja, torna-se fardo pesado, “impossível” de aceitar. E por causa desta má vontade, o fardo pesará sobre os filhos, e por causa deste fardo nos ombros dos filhos, os pais serão lançados ao mar, com pedras de moinhos ao pescoço...
“Ai de quem escandalizar uma criança!”
Então, de nada adianta evangelizar os outros, se em vossa casa não há a ordem, o amor, a unidade, a caminhada na fé!
Muitas famílias desabam, e, quase todas que desabam tiveram e tem como causa a falta de colóquio com Deus em oração. De fato, quem está corretamente ligado em Deus, não permite que o demônio invada seu lar.
Filhos, olhai para dentro de vós mesmos e chorai sobre os vossos filhos. Amém!
Participai também vós, da historia deles, pois, estejais certos disso: a vossa historia não é melhor que a deles! Amém!
 
Maria – Amai vossos filhos e eles vos respeitarão! Respeitai vossos filhos, e eles vos amarão eternamente! Amém! 
Eu os amo muito.
“Maria, Mãe do Universo!”
 
Eu vos abençoo, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém!
“Jesus!”
 
Mensagem recebida em 12 de fevereiro de 2009.
 
 
 
 
 
Artigo Visto: 1540 - Impresso: 59 - Enviado: 17
 

ATENÇÃO! Todos os artigos deste site são de livre cópia e divulgação desde que sempre sejam citados a fonte www.salvaialmas.com.br

 

Visitas Únicas Hoje: 468 - Total Visitas Únicas: 1821753 - Usuários Online: 94
Copyright 2015 - www.salvaialmas.com.br - Todos os Direitos Reservados
Desenvolvido por: www.espacojames.com.br/sites