Newsletter
Receba nossos artigos diretamente no seu email.
Nome
Email
Cadastro manual: Entre em contato
 




 
 
05/09/2005
Capela Nossa Senhora de Sion - I
“Virá um engenheiro e fará uma capela maior!
 
 
 

CAPELA NOSSA SENHORA DE SION - CONSTRUINDO 

Quando da inauguração da Capela do Pequeno Cenáculo Maria Rosa Mística, eu dizia a Nossa Senhora: - Mãe esta capela que a Senhora pediu já está pequena! E Ela respondeu:

Virá um engenheiro e fará uma capela maior!
Não me preocupei mais com isto: Se a Mãe falou, certamente acontecerá!
Algum tempo depois, uma senhora nos procurou, para fazer a doação de um terreno, em nossa própria rua, a fim de construirmos ali uma capela que seria dedicada Nossa Senhora de Sion. Dizia a tal Senhora:
“Não consegui dormir esta noite, pois escutava sempre uma voz que me dizia:: Ressurge Sion! Ressurge Sion! Pela manhã lembrei-me de que Nossa Senhora havia se dirigido certa vez ao Cláudio, com estas mesmas palavras, e então resolvi que deveria doar um terreno para que o Cláudio pudesse atender a Mãe!”
 E assim, no dia 01 de Agosto de 2001, esta senhora que absolutamente não quer se identificar, passou-nos a escritura do terreno que adquiriu para esta finalidade, dizendo também que: O engenheiro ... se prontificou a fazer todos os projetos, plantas e o acompanhamento da obra da Nova Capela, sem honorário algum!”
E isto Nossa Senhora havia dito:
“Virá um engenheiro e fará uma Capela Maior!
O Engenheiro nos visitou no dia 04, e trocou idéias quanto à edificação da Capela, e se pôs em ação. Nossa Senhora então pediu que fizéssemos um Cenáculo no local da obra, no dia 08 de Dezembro.
Uma senhora de Brasília doou 3 mil tijolos, e a Prefeitura doou todo o aterro do terreno, e outras pessoas começaram a contribuir. No dia 05 de Outubro o engenheiro nos fez uma nova visita e nos apresentou as plantas e todos os documentos necessários para o inicio da obra.  
No dia 08 de Dezembro, o terreno e a infra-estrutura estavam prontos, mas a construção ainda não havia iniciado. No local então, foi realizado o Cenáculo, conforme Nossa Senhora havia pedido: Ao ar livre, usando como local do altar, um “rancho” construído para a guarda dos materiais de construção, e foi lançada a Pedra Fundamental da Nova Capela, que se chamaria Nossa Senhora de Sion!
Nossa Senhora se manifestou em aparição, enquanto rezávamos o Ângelus, às 18,00 horas e Sua Imagem andava em meio às pessoas que a tocavam com amor!
O Céu era ali!
No monumento provisório da pedra fundamental, construído com manilhas, encimado por uma Cruz de madeira, foram colocados alguns objetos doados por algumas pessoas, objetos que hoje estão na base do altar: Uma medalha de Nossa Senhora Rosa Mística, com corrente, em homenagem à Capelinha do Pequeno Cenáculo; um Terço feito manualmente pelo Sr. Balduino, em homenagem a sua família e para que a Mãe do Céu os proteja para sempre; um anel de estimação, considerado uma relíquia que a doadora coloca ali como sua própria vida; uma pedra oval, que pertencia a Dom Luis Carlos Colussi (in memoriam), ex Bispo de Caçador, SC e depois a Dom Luis Carlos Eccel, seu sucessor, que nos envia esta relíquia; pedidos a Nossa Senhora, em quadradinhos de papel, feitos pelos fiéis presentes; santinhos às almas, Terço do Cairon, e outros objetos.
A placa de mármore, com as inscrições: N.S.Sion 08.12.01, foi colocada por Palmira Borba e pela doadora do terreno.
Acontecia ali, o inicio das obras, que seriam dirigidas por Norma, com o acompanhamento a distância, do Engenheiro (Caçador- SC). Os pedreiros e outros trabalhadores, foram contratados também pela doadora do terreno que arcou com TODOS, os valores da mão do obra!
Deus seja louvado e que Ele a abençoe sempre!
Os detalhes da construção de toda a obra, bem como o nome dos benfeitores, engenheiro, enfim, de todos os colaboradores estão registrados no Livro do Tombo, ou Livro Ata, mantido aqui em nosso Santuário, e não divulgados neste Site, pois tais pessoas preferem manter-se no anonimato.
São Corações bonitos que agem para Deus e não almejam honras! Amém!
Nunca esqueceremos destes leais amigos e temos certeza, Deus também não!
Norma então, pôs-se ao trabalho! E pode-se imaginar o quanto sofreu! Com efeito, uma mulher à frente de uma obra, tendo que passar por dificuldades de toda a sorte, como: ouvir palavreados sujos dos homens, reclamações dos trabalhadores, palavras de baixo calão, vindas dos pedreiros ou fornecedores, quando chamados à atenção por causa de falhas ou serviços mal executados. Enfrentou a falta de dinheiro para a compra de materiais; o mau tempo, com fortes chuvas que estragavam parte do material. A correria para a compra de materiais; a contratação de marceneiros, eletricistas... etc., etc., etc... Só quem dirige uma obra sabe o quanto isto é difícil, quando não se tem dinheiro ou mão de obra qualificada!
Mas Norma lutou: seu tempo foi quase integralmente tomado por este trabalho, restando-lhe apenas alguns momentos para a oração e alimentação. Quase não dormia.
Num determinado dia, totalmente exausta, rezava na Capelinha:
“Jesus meu, tu sabes que esta obra é tua! E não tenho mais recursos para seu andamento. Como prosseguir? Amanhã vencerão cheques!“
E chorava muito!   Eu rezava, atrás do altar, onde ela não podia me ver. Rezei então por este mesmo motivo: - Ajuda Jesus, a tua serva!
Jesus me disse: “Diga a ela para recorrer a Santo Antonio!”
Deus realmente dispõe de seus Santos. E eles estão para isso: para nos ajudar!
Dei o recado a Norma e ela prontamente foi “falar” com Santo Antonio, do qual era fervorosa devota.
Algumas horas depois, um telefonema de Maringá, no Paraná, dava conta de que algumas pessoas haviam arrecadado certa quantia, através de um “bingo” para esta finalidade. O valor era exato! Santo Antonio estava atuando e fornecia à Norma, a paz e a tranqüilidade necessárias naquele momento!
Na verdade, esta obra é de Deus, e, portanto, construída por obra de Sua Providência, assim também como nós aqui vivemos sob a Providência de Deus! Mas de que forma Deus age, se não contar com Corações Generosos? Portanto, Sua Providência conta com filhos que ajudam nas Suas Obras!
Deus seja louvado!   
Cláudio
 
 
 
Artigo Visto: 4044 - Impresso: 94 - Enviado: 32
 

ATENÇÃO! Todos os artigos deste site são de livre cópia e divulgação desde que sempre sejam citados a fonte www.salvaialmas.com.br

 

Visitas Únicas Hoje: 128 - Total Visitas Únicas: 1860001 - Usuários Online: 65
Copyright 2015 - www.salvaialmas.com.br - Todos os Direitos Reservados
Desenvolvido por: www.espacojames.com.br/sites