Newsletter
Receba nossos artigos diretamente no seu email.
Nome
Email
Cadastro manual: Entre em contato
 




 
 
27/09/2008
Um admirável Desígnio de amor
Uma engenharia de salvação - História do Movimento atualizada
 
 
 

Movimento Salvai Almas, do Brasil, um pequeno mistério de Deus. Esta é uma história incrível – e verdadeira – destinada aos corações abertos, às almas firmadas no amor de Deus e que são conduzidas pelo Espírito Santo. Estas entenderão tudo o que relataremos a seguir.

 Escrevo este texto para dar ciência a todos os que acompanham os trabalhos e as orações do Movimento Salvai Almas, do Brasil e para divulgar os números extraordinários por ele já obtidos. Jamais fazemos por orgulho, apenas por necessidade do momento. Somamos hoje alguns milhares de participantes, que rezam pelas almas, seguindo sempre fielmente as orientações seguras do Céu, conduzidos que somos por Nossa Senhora e estamos em quase todos os municípios do Brasil. Vamos então contar a história, desde o início, para as pessoas entenderem melhor. Digamos que este texto é como um “Relatório de Atividades”, destinado especialmente aos amigos de língua inglesa.

 Em primeiro lugar, é preciso reafirmar – pois qualquer pessoa ligada em Deus pode constatar – que infelizmente alguns setores de nossa Igreja Católica, aqui no Brasil esqueceram as almas do Purgatório. Alguns dos nossos sacerdotes pregam até que Purgatório não existe o que é um erro tão horrível, que clama aos céus. Outros negam a existência do Inferno, e negam que alguém possa perder sua alma, no que contradizem a Jesus. Mas vamos mostrar que alguns poucos se perdem! E muitos se salvam!

 É por causa deste verdadeiro escândalo, o esquecimento das almas, que Deus se obrigou a suscitar um profeta voltado ao Purgatório, para alertar os homens, em tempo, sob pena de chegar aos Novos Céus Nova Terra, e ao fim dos tempos, tendo ainda o Purgatório abarrotado de almas sofredoras. De fato, quando tudo começou, em julho de 1997, estavam sofrendo no Purgatório em torno de 2,8 bilhões de almas, ali quase esquecidas. Tudo porque a Igreja Católica não mais se preocupava com elas. E as outras religiões sequer acreditam que isso exista.

 Todas as revelações celestes nas quais se baseiam os números que mostraremos aqui são passadas ao confidente católico, profeta atual, Cláudio Heckert, casado com Norma Heckert e que reside em Porto Belo-SC, no Brasil. Ele é hoje um pai de família com 63 anos, 7 filhos e muitos netos. Desde a mais tenra infância foi sendo preparado pelo céu para esta espinhosa missão. Sua vida foi sempre de intenso sofrimento e perseguição, mantida, porém num clima de amoroso respeito, submissão e perfeito equilíbrio. É um homem simples, pobre de bens materiais, que jamais usou de seus dons para enriquecer ou sobressair-se. Mora na mesma casinha velha na qual o conheci ainda não terminada totalmente. Seu trabalho é amoroso e gratuito!

 Ele sempre foi um homem de fé, voltado para a Igreja Católica, tem apenas instrução primária (4º ano) e nenhum estudo de formação bíblica. Porém, todas as mensagens que recebe, encontram respaldo nas Sagradas Escrituras e na Doutrina da Igreja, e até hoje, nem uma só das suas mensagens pode ser contestada, ou que tenha ficado sem a devida explicação. Ele é conhecido como o único profeta atual, da Igreja Católica, a quem tenham sido passadas as datas de acontecimentos futuros, que ocorreram com, precisão, como foi o caso da previsão da queda das torres do WTC, com 78 dias de antecedência. Tudo isso consta de nossos livros. E virão proximamente mais 16 segredos e outras revelações finais.

 Assim, desde os 14 anos de idade sempre ele via a Nossa Senhora, andando no meio do povo, e isso por muitas vezes. Devido a sua grande humildade, sua vida de oração e sua fé, aos poucos Deus o foi preparando para esta incrível missão voltada para as almas, a Igreja, os padres e o Fim dos Tempos. Não é possível aqui relatar tudo, porque são milhares de mensagens e avisos ao mundo. Entretanto, a primeira mensagem efetiva de Nossa Senhora, aconteceu apenas em fevereiro de 1998, onde Ela pediu que ele fechasse sua pequena confecção de malhas, e se jogasse inteiramente em seus braços. O que ele fez sem mais perguntas!

 Tudo começou com a história de uma pessoa que levava uma má vida. Deus, em Sua infinita misericórdia, resolveu não somente estender Sua mão para esta alma que se perdia, mas através deste exemplo quis revelar ao mundo um assombroso plano de salvação. Para isso, Ele foi escolher uma pessoa ainda viva na época, chamada Palmira Borba – hoje já falecida e habitando no “grande Céu” devido a seu gesto heróico – cujo pseudônimo em nossos livros passou a ser chamada Hilda. Esta senhora era na verdade mãe de Norma, a esposa do Cláudio, que estando viúva residia com eles. Ela é o exemplo chave de tudo isso.

 Durante semanas de muita oração do casal – que rezava diariamente as chamadas 15 orações de Santa Brígida – num determinado tempo, eles tiveram intensos ataques do inimigo, que não queria que eles rezassem estas orações, que precisam ser rezadas por 365 dias. Eles foram tão brutalmente atacados, que atrasaram por 27 dias as orações. Mas depois de muita oração, muita penitência, durante 15 dias eles rezaram mais vezes as orações, para recuperar o tempo perdido. Durante estes dias, o Cláudio foi tendo as visões de um quadro, onde lhe foi mostrado como age a engenharia da salvação de uma alma, no processo que a Igreja denomina a Comunhão dos Santos.

 O resultado foi aquilo que o céu denominou de “Ponte da Salvação”, mostrando o que acontece com todas as almas, portanto com cada um de nós. De fato, entre o céu e a terra existe um abismo, que precisa ser como que aterrado, a fim de que cada alma construa uma ponte sobre ele, capaz de levá-la ao céu. Neste caso, as graças alcançadas durante a vida são como “pedras” que se vai jogando neste abismo, como um aterro, ao tempo em que os pecados são como pás que jogam para fora as graças ali depositadas.

  Se ao final da vida o abismo está preenchido, a alma vai direto ao céu! Se falta ainda preencher algo, vai ao Purgatório pagar o saldo das penas. E ali ela não pode mais adquirir graças, precisando que os vivos rezem e se sacrifiquem por elas, só estes as podem resgatar, adquirindo por elas aquilo que lhes falta. Isso tudo é mostrado num quadro sintético, para explicar de forma visível aquilo que acontece no invisível, na luta constante para a salvação das almas!

 O material resultante destas revelações iniciais, mais as mensagens recebidas a partir das primeiras visões, foi condensado no primeiro livro, que já se encontra na 23ª Edição. Devemos dizer que o Cláudio recebe as mensagens de Jesus, de Maria, dos anjos e das almas, por visão e ditado simultâneo e não por locução interior, esta mais passível de erros. Seu caso, na forma e no carisma é único na Igreja Católica, desde todos os tempos, pela precisão e o volume das revelações. O sentido das revelações desta “ponte” é mostrar ao mundo que ninguém se salva sozinho! Ninguém constrói a sua ponte de salvação, sozinho! Esta é a chave da salvação eterna: uns salvam aos outros!

 Com o correr do tempo, e à medida que continuaram as mensagens de São Miguel, de Nossa Senhora, bem como as visões das almas do Purgatório, logo foram aparecendo as primeiras pessoas para rezar junto com eles. Neste caso, o pequeno recinto da casa, de chão batido, onde eles tinham a confecção de roupas, foi mudado em uma singela capelinha, onde aconteceram os primeiros cenáculos conduzidos por Nossa Senhora. Deste pequeno lugar, nosso: “Movimento Salvai Almas” se estendeu por todo o Brasil e já é conhecido em muitos países. Este conhecimento se faz através da Internet, e dos livros. Quanto a estes, temos mais de 30 títulos já editados, com mais de 500 mil volumes vendidos, tudo sem fins lucrativos.

 Na internet temos os seguintes endereços: www.salvaialmas.com.br e www.recados.aarao.nom.br.  Já a capelinha dedicada a Nossa Senhora de Sion onde acontecem os cenáculos do Movimento, fica na Rua Maria Ramos Guerreio 61 – Bairro Vila Nova – Porto Belo – SC. Brasil.

 Tudo aqui é programado e é dirigido de forma milimétrica por Nossa Senhora, com um carinho excepcional de Mãe. E sempre continua aumentando o número de pessoas que chegam de todos os cantos do país. Centenas de sacerdotes já acompanham nossos trabalhos, pedem e divulgam os nossos livros e material de evangelização e rezam conosco. Este suporte é necessário porque a direção espiritual de qualquer movimento da Igreja Católica é sempre necessária.

 Entre as primeiras tarefas do movimento, constava rezar pelas almas, nos cemitérios. Depois São Miguel nos pediu que fôssemos anotando os nomes das pessoas, nos túmulos, e que cada nome fosse escrito num livro chamado “Livro da Luz de São Miguel”. Nesta tarefa foram preenchidos 333 livros de 100 páginas, com mais de um milhão de nomes de almas, anotadas uma por uma. Nestes contam milhares de santos e sacerdotes. Todos os nomes das almas perdidas no inferno foram posteriormente riscados do livro, por revelação de São Miguel. São, pois um milhão de santos nossos intercessores.

 Com as visitas aos cemitérios e a anotação dos nomes no Livro da Luz, começaram a aparecer os primeiros números que nos chocavam. Quando rezávamos nos cemitérios São Miguel dizia o número total de túmulos ali existentes, quantos destes estavam perdidos para sempre no inferno, e quantos estavam subindo ao céu naquele momento. A diferença representava os que já se encontravam no céu!

 E quase sempre, em cada cemitério, nos era passada a história de alguma daquelas almas, o que ela tinha feito em vida, ou para merecer o Purgatório, ou para merecer o inferno. Neste caso a revelação era feita por alguém do Céu, porque as almas perdidas no inferno não podem se comunicar com a terra. Com as do Purgatório sim, Deus pode permitir, e a história da Igreja nos mostra muitos santos que tiveram estas visões e diálogos com elas.

 E assim, nos primeiros anos do Movimento, fomos acumulando números e dados impressionantes. E jamais em todo este tempo, uma só das histórias reveladas pelo Arcanjo deixou de ser fielmente comprovada em cada cemitério e localidade. Sempre encontramos em cada lugar a explicação para tal fato, a história daquela alma, e isso mesmo que no túmulo sequer houvesse um nome. Nem um só erro, em centenas de casos comprovados, nos mais diferentes estados do país, onde o Cláudio nunca havia estado para a hipótese de saber daquela história. Como o anjo lhe diz, cada túmulo conta um livro. Que para o Céu é completamente aberto e ele pode revelar a quem quiser. Deus tem poder para isso!

 Deste modo, fomos aos poucos podendo fazer cálculos que nos falavam da verdadeira misericórdia de Deus. E já nas primeiras contas, pudemos constatar que menos de 1% de todas as almas se perde para sempre. E isso responde a uma pergunta que os apóstolos fizeram a Jesus: Quantos são os que se perdem Senhor? Eles são menos de um em cada cem batizados, porque esta conta não serve para os pagãos. Estes têm outro tratamento da parte de Deus.

 Assim, nossas equipes percorreram imensas regiões de todo este país, e calculamos que passam muito dos 1.000.000 (um milhão) de quilômetros rodados, buscando distantes cemitérios para ali rezar, como a Mãezinha pedia. Tudo isso feito por leigos, às próprias custas, sem um só centavo da Igreja, tudo feito por muitos apóstolos, com amor e por amor às almas padecentes. A soma destes milhares de visitas, conta por conta, o que nos permite agora dizer que há 11 anos atrás o Purgatório tinha perto de 2.800.000.000 de almas sofrendo. Todas elas hoje foram resgatadas hoje e toda a história do Purgatório mudou.

 De fato, ao tempo de Santa Francisca, ela falou que os católicos ficavam em média 30 anos no Purgatório. Mas devido ao posterior decréscimo do número de almas lá sofrendo, e o conseqüente aumento dos santos no Céu, hoje esta média as almas padecem lá em médias apenas três dias. Desde o começo a Mãe do Céu nos disse que “quanto mais santos houvesse no Céu, mais o Céu teria forças para ajudar a terra” e isso se cumpre agora nestes números. E assim, hoje muito poucas almas ficam mais de uma semana sofrendo.

 Da mesma forma, e como uma prova ainda maior do infinito amor de Deus, realizada através desta intensa comunhão dos santos, também caiu enormemente o número dos perdidos eternos, na razão de 0,0000085%. Isso se mostra no resultado seguinte: nos primeiro 171 dias do ano de 2008, em todo mundo, apenas 219 almas foram para o inferno, e todas elas verdadeiros réprobos, que assim o desejaram por infinita teimosia. Elas não aceitaram o amor de Deus e preferiram o fogo eterno do inimigo! Inexplicável! Há menos de 10 anos atrás, normalmente, este número poderia ser de mais de 170 mil perdidos em um mesmo período de tempo.

 De fato, diariamente morrem no mundo em torno de 150 mil batizados. Destes em média apenas dois em cada cem vão diretamente para o Céu, sem passar pelo Purgatório. Os outros devem passar lá, pelo menos alguns instantes na purificação, sendo que a imensa maioria das pessoas, quando está sendo enterrada, já sua alma está nos céus. Tudo isso se deve aos esforços de milhares de pessoas, que em todos os quadrantes do Brasil e do mundo rezam pelas almas do Purgatório.

 Neste tempo também surgiram milhares de histórias sobre grandes almas, e nos foi perfeitamente possível ver o quanto os homens julgam erradamente, seja condenando santos, seja absolvendo demônios. Só Deus consegue penetrar no íntimo da nossa alma. Isso nos permitiu saber que dentre as pessoas que estavam na cruz e no Calvário, e do tempo de Jesus, mais de 100 delas ficaram no Purgatório até depois de 2002. Eles cometeram o “pecado contra o Espírito Santo”, e por isso sofreram desta forma.

 Entre estas almas, de muitos séculos tivemos santos canonizados, com até 1750 anos de Purgatório. Saíram apenas depois de 2002. Havia também papas que estavam há mais de 900 anos sofrendo. Hoje não se encontra lá mais nenhuma alma antiga, com mais de uma semana depois do falecimento. De fato, no dia 20 de setembro de 2008, às 20:00 horas do Brasil, por um instante não havia sequer uma alma no Purgatório.

 Quanto ainda aos números, como desde 1997 até agora já morreram no mundo mais de 500 milhões de pessoas, isso nos leva a afirmar que depois do surgimento do Movimento mais de 3,3 bilhões de almas foram resgatadas do Purgatório. E todas estas almas rezam em bloco, formando uma barreira quase intransponível, de modo que, quando alguém morre, somente por uma brutal loucura não aceita a contrição final. Desta forma, até ateus famosos, políticos corruptos, banqueiros, maçons de alto grau, e mil outros tipos de celerados acabam abrindo os olhos, nem que seja no último instante, e vendo diante de si o inferno aberto caem de joelhos diante de Deus e pedindo perdão. Entre soluços e lágrimas! Infelizmente nem todos se salvam!

 Desta forma, nós descobrimos também que até hoje, e desde Adão, nunca, uma só alma foi para a condenação eterna do inferno, por força da tentação do maligno ou por amor aos demônios. Todos os homens e mulheres que até hoje se perderam, foi por livre e espontânea vontade, independente da tentação do maligno. Ou seja: mesmo que não existisse o tentador, nem o inferno, todas as almas que até hoje para lá foram, iriam sem qualquer empurrão do maligno, apenas pela vontade louca e teimosa de se perder. Este é o motivo do atual ódio de Lúcifer: saber que ele nunca teve o poder de conquistar uma só alma, isso porque Jesus já havia avisado: Pai, não perdi a NENHUM daqueles que me deste!

 Assim, à medida que saíram os livros eles se espalharam as mensagens por todos os estados do país, foram surgindo as primeiras grandes conversões e mudanças de vida. E foi aumentando rapidamente o número dos que rezam pelas almas e o de divulgadores, porque não vendemos os livros em livrarias, tudo é trabalho de leigos dedicados. E hoje nossos livros passam de 500 mil volumes. Logo também fomos percebendo que as pessoas começavam a rezar mais, partindo antes para uma boa confissão, e isso é maravilhoso.

 Entre estes convertidos, nós hoje temos não somente donas de casa e pessoas simples, mas também pessoas letradas, como médicos, engenheiros, escritores, dentistas, advogados, comerciantes, professores universitários, jovens e também velhos, estudantes de até 13 anos com suas belas histórias. Temos também conversões de pessoas de vida, antes, desregrada como homossexuais, prostitutas, espíritas, macumbeiros, satanistas, e pessoas ligadas às seitas orientais e outros.

 Não existe restrição alguma para participar do Movimento, que é aberto a todos os que amam as almas do Purgatório e rezam por elas conforme a Mãezinha nos ensina. Participam deles, pessoas de todas as raças, negra, branca e amarela. Temos entre nós também deficientes: como cegos e aleijados, de ambos os sexos e de todas as idades. Temos até uma menina de 7 anos que nos pede livros e evangeliza. Todos irmanados na causa maior, que é a salvação eterna das almas, com fidelidade absoluta ao Papa Bento XVI e a verdadeira Igreja Católica. Não somos diferentes de ninguém, não nos vestimos com trajes estranhos nem usamos nada que nos diferencie dos outros. O que nos une é apenas este amor pela salvação eterna.

 

Também temos depoimentos de conversão de muitos padres – isso mesmo, e de muitos estados, também de irmãos e irmãs religiosas, que nos pedem os livros e rezam conosco e por nós. E falando em conversões, não se trata de conversões superficiais e pouco duradouras, mas algo que brota de mudança interior profunda, que partem da confissão e seguem no trabalho de divulgação de toda a obra, de engajamento na Igreja. Milhares de pessoas – digo isso com todas as letras – já estão experimentando esta profunda revisão de vida e mudando completamente seus procedimentos, voltando tudo para a busca do Céu. E passam a ser felizes como nunca o foram.

 Esta é a prova maior de este é um Movimento e um trabalho que vem de Deus! Esta é a maior prova de que a árvore do nosso “Movimento Salvai Almas” é uma árvore de bons frutos, porque luta pela salvação e a vida eterna. A promessa de Nossa Senhora é de que todas as pessoas que entrarem naquela capelinha onde rezamos se converterão, e já tivemos casos de maçons do último grau que se arrependeram no último instante, porque lá foram. Também são milhares as curas obtidas através dos sacramentais que ali são divulgados, como o Óleo Sagrado do Arcanjo São Rafael, e o Lencinho de Nossa Senhora.

 Quanto ao nosso relacionamento com a Igreja nós procuramos obedecê-la seguindo à indicação do Céu. Tudo, na medida do possível é feito sempre em obediência ao Bispo da diocese do Cláudio. Mas primeiro, sempre, a obediência ao Céu, porque este não vai contra a verdadeira Igreja. Ninguém tem o direito de sufocar as vozes proféticas, mormente antes de terem sido analisadas com humanidade pela Igreja.

 Em vista disso, como em todas as aparições de Nossa Senhora, especialmente as verdadeiras, sempre acontece uma brutal perseguição do inimigo, aqui também não é diferente. A Igreja, que é sábia e prudente, sempre demora a avaliar cada caso. Porém, o Céu não pode e esperar séculos para que ela aprove uma aparição, e durante este tempo, os cânones do Papa Paulo VI permitem que tudo seja divulgado. Mente quem diz que foram ab-rogados!

 Quanto à direção do Céu, todo nosso trabalho é ciosamente conduzido por Jesus, Maria e São Miguel. Nós nada fazemos sem a orientação de nossa Comandante Maria, que determina desde os procedimentos de oração como o Céu quer, até os livros, sua quantidade e o preço de venda. Devido a isso, jamais tivemos um só problema financeiro, nem tivemos de implorar ajuda como tantos grupos fazem quando assumem compromissos financeiros maiores do que podem arcar. Nossos livros são simples e vendidos em média a menos de US$ 1:00 a unidade. E nunca ficamos com estoques encalhados sem saída! Tudo vai de acordo como determina o Pai Celeste.

 Duas revelações passadas ao Cláudio chocam alguns padres e teólogos, que imediatamente caem fora dizendo: isso não faz parte da Doutrina da Igreja. A primeira delas é a noção do Grande Purgatório, um lugar de média profundidade, onde as almas recebem castigo de tempo fixo, durante o qual as orações feitas pelos vivos não as atingem. Somente depois de ficar aquele tempo é que elas podem receber os efeitos das graças que redimem, e assim serem libertadas.

 Outra figura do Purgatório revelada a ele denomina-se a “Turris ebúrnea”, ou torre de Marfim, como uma das invocações feitas na Ladainha Loretana. Este estágio é o Purgatório profundo, onde as almas estavam sem saber se tinham ido ao inferno, e não tinham esperança alguma de salvação. Em toda a história da Igreja apenas 17 almas caíram naquele abismo, todas, porém já resgatadas.

 Hoje, devido à intercessão continuam destes mais de 3 bilhões de almas, felizmente temos muitos momentos que o Purgatório se encontra vazio, sem uma alma sequer. Mas minuto a minuto caem lá centenas, porém com esperança de breve estada. Sim, entre dores profundas, porque a Justiça divina tem como aplicar a pena na medida em que compense o menos tempo com mais intensidade da purificação.

 Por pedido de Nossa Senhora foi construída uma nova Capelinha, dedicada a Nossa Senhora de Sion, nome por estar ligado ao mistério da conversão do povo judeu. Isso acontecerá em breve, fato esperado ainda durante o mandato do Papa atual, Bento XVI. Esta é uma das previsões feitas a eles, entre muitas, das quais podemos citar:

 01 – A promulgação dos dois Dogmas marianos que ainda faltam; Medianeira e Co-redentora.

02 – A saída do Santo Padre do Vaticano, tendo que fugir da perseguição; isso se dará após a emissão de documentos que desagradarão aos bispos e cardeais, provocando uma grande rebelião na Igreja.

 03 – O encontro de uma série de objetos sagrados, entre eles: O Cálice a que chamam de Grahl, a Arca da Aliança, a Arca de Noé, documentos antigos guardados em locais secretos, inclusive um no Brasil.

 04 – Revelação na íntegra do verdadeiro 3º Segredo de Fátima, pelo Papa Bento XVI.

 05 – Anúncio de uma 3ª Guerra mundial que começará por Israel e se estenderá pelo mundo. Nela o homem irá soltar 3 bombas atômicas que provocarão um caos no planeta.

 06 – Anúncio de que a última semana de anos de Daniel começou com a queda das Torres do WTC;

 07 – Anúncio de que os 1260 dias anunciados no Apocalipse 11 e13, começaram em 11/09/2008;

 08 – Anúncio da queda de dois astros na terra. O primeiro virá fragmentado e cairá em diversos locais do planeta, o maior pedaço no Atlântico Norte; o segundo virá mais tarde, entretanto Deus não permitirá que ele bata na terra, pois senão não sobraria nenhuma vida no planeta. Este segundo astro tem 14 Km de diâmetro.

 09 – Previsão de que a profecia de São Malaquias quanto aos últimos 112 papas é verdadeira, o que nos diz que Bento XVI é o penúltimo, e o último Pedro virá somente depois da tribulação.

 10 – Celebração pelo Papa, de uma Santa Missa no Calvário, pelo fim da guerra, durante a qual acontecerá o milagre da transubstanciação real, milagre este que será a chave da conversão do povo judeu, como previram os profetas, e como reza nosso Catecismo. Este é o último sinal de que então estaremos próximos do segundo advento.

 Restam ainda 16 segredos já passados a ele, a serem revelados proximamente. Virão também explicações seguras quanto ao que irá acontecer no tão falado Aviso e o Milagre, citados por Nossa Senhora nas aparições de Garabandal. Isso ainda está bastante confuso, mas em breve virão as explicações. Cremos que quando isso acontecer começa uma corrida inexorável de tempo, que conduzirá à grande tribulação.

 Através dele nos foi explicado também que a última “semana de anos” do profeta Daniel, teve início com a queda das torres do WTC em 11/09/2001. Consta ainda que nós estamos agora na contagem dos últimos 1260 dias, conforme citado no Livro do Apocalipse, nos capítulos 11 e 12. Isso começou a contar em 11/09/2008. Ou seja: depois de terminada a última semana, começou então a contagem do Tempo do Testemunho e da provação dos santos, que cumpre aquilo que as Escrituras nos indicam como a Grande Tribulação. Tempo que termina em 22/02/2012, dia da Cátedra de Pedro, sinal da vitória final da Igreja.

 Quanto a mim, que escrevo estas palavras, pessoalmente dou testemunho de fé no Movimento Salvai Almas e em tudo aquilo que divulgamos. Se eu tivesse, uma só dúvida, um só sentimento, de que nada disso vem do Céu, jamais colocaria toda a minha vida empenhada neste trabalho. Afinal, aqui lidamos com noções de Céu, de Purgatório e de Inferno. E uma destas noções bem objetiva, é o fato de sabermos o castigo que é reservado aos que mentem e enganam, e aos falsos profetas.

  Arnaldo Haas

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
 
Artigo Visto: 9925 - Impresso: 286 - Enviado: 160
 

ATENÇÃO! Todos os artigos deste site são de livre cópia e divulgação desde que sempre sejam citados a fonte www.salvaialmas.com.br

 

Visitas Únicas Hoje: 217 - Total Visitas Únicas: 1635028 - Usuários Online: 36
Copyright 2015 - www.salvaialmas.com.br - Todos os Direitos Reservados
Desenvolvido por: www.espacojames.com.br/sites