Newsletter
Receba nossos artigos diretamente no seu email.
Nome
Email
Cadastro manual: Entre em contato
 




 
 
31/05/2019
VISITAS A JESUS SACRAMENTADO, A NOSSA SENHORA E SÃO JOSÉ - INTRODUÇÃO
«Nenhum Santo amou a Jesus no Santíssimo Sacramento com mais ternura, nenhum o adorou com mais ardor, nenhum O visitou com mais frequência, no santo tabernáculo»
 
 
 

VISITAS A JESUS SACRAMENTADO, A NOSSA SENHORA E SÃO JOSÉ

Santo Afonso Maria de Ligório

INTRODUÇÃO

 

Todos os Santos tiveram especial devoção ao Santíssimo Sacramento. Santo Afonso Maria de Ligório, porém, de tal modo se distinguiu nesta devoção, que bem se poderia dar-lhe o título de exímio adorador de Jesus Sacramentado. Quem ler a vida do santo Autor das presentes Visitas ao Santíssimo Sacramento e à Santíssima Virgem Maria, logo se convencerá do que diz sobre ele um conhecido escritor:
 
«Nenhum Santo amou a Jesus no Santíssimo Sacramento com mais ternura, nenhum o adorou com mais ardor, nenhum O visitou com mais frequência, no santo tabernáculo»
 
Frutos de seus prolongados colóquios com o divino Prisioneiro, estas Visitas foram compostas pelo Santo e destinadas, primeiramente, aos religiosos da Congregação do Santíssimo Redentor. Conhecidas, pouco a pouco, também fora do convento, elas se tornaram o encanto das almas fervorosas e amantes de Jesus, pelo que muitas edições se fizeram das Visitas, traduzidas em breve para diversas línguas, tal a aceitação que tiveram da parte tanto dos religiosos como dos seculares…
 
A fé no-lo ensina, e portanto somos obrigados a crer, que Jesus Cristo está realmente na hóstia consagrada, temos ali, em verdade, Jesus, o Filho de Deus, como está no céu, oculto embora sob as sagradas espécies. Nosso Senhor reside sobre os altares, como sobre um trono de amor e de misericórdia, esperando, convidando e acolhendo os que O visitam, para lhes dispensar graças e favores celestiais. Além disso, estando Nosso Senhor, como está nesse Sacramento, abandonado e desprezado da maior parte dos homens, compreende-se quanto Lhe seja agradável a visita assídua das almas fiéis e agradecidas. Será esta a razão por que a Santa Igreja cercou sempre o Santíssimo Sacramento de tantas honras e dos esplendores do culto divino. Pelo mesmo motivo terá Nosso Senhor ordenado a Santa Maria Madalena de Pazzis, que o visitasse 33 vezes por dia no Sacramento do altar. De vários santos conta-se, que encontravam o seu encanto, o seu repouso, o seu paraíso na presença de Jesus na Eucaristia.
 
Santo Afonso, dirigindo-se a Jesus Sacramentado, diz:
 
«Por que fogem os homens da Vossa presença? Como podem viver tanto tempo longe de Vós, ou raríssimas vezes vir visitar-Vos? Ai! Um quarto de hora na Vossa presença parece-lhes um século, tal é o tédio que experimentam nisso!»
 
E todavia, a devoção a Jesus no Santíssimo Sacramento é a primeira, a mais agradável a Deus e, depois da recepção dos santos sacramentos, a mais proveitosa para nós.
 
Fervoroso devoto da grande Mãe de Deus, Santo Afonso praticou e aconselhou também vivamente a Visita ou saudação diária à Santíssima Virgem. Fundamentou esta sua prática na opinião conhecida e segura, que «todas as graças de Deus nos vêm pelas mãos de Maria, e que, portanto, a sua intercessão é não só útil, mas até necessária» para se obterem as graças do céu. Maria é, com efeito, no dizer da Igreja, a nossa Esperança, o Refúgio dos pecadores, a Consoladora dos aflitos, a Auxiliadora dos cristãos. A exemplo de Santo Afonso, pois, cada vez que visitarmos a Jesus Hóstia, saudemos também a Virgem Maria.
 
– A esta edição das Visitas a Jesus Sacramentado e a Nossa Senhora, julgamos de bom aviso acrescentar as Visitas a São José, escritas por um Redentorista.
 
Os devotos de São José poderão, portanto, satisfazer a sua devoção fazendo, depois da Visita à Santíssima Virgem, também a Visita ao Glorioso Patriarca, invocando-o principalmente como Padroeiro duma boa morte.
 
Indulgências
Aos fiéis, que visitarem devotamente o Santíssimo Sacramento e rezarem 5 Pai-Nossos, Ave-Marias e Glória ao Pai e mais 1 Pai-Nosso, Ave-Maria e Glória ao Pai, segundo a intenção do Sumo Pontifice concede-se:
 
a) indulgência de 10 anos;
b) indulgência plenária, se, tendo confessado e comungado, rezarem essas preces durante sete dias contínuos.
 
— Aos fiéis que, por doença ou outro motivo justo, não puderem ir à igreja, mas rezarem os 6 Pai-Nossos, Ave-Marias e Glória ao Pai, como acima, concede-se:
 
a) indulgência de 5 anos;
b) indulgência plenária, como acima.
 
NOTA — Cada uma destas Visitas pode servir tanto de preparação como de acão de graças para os dias de comunhão.
 
Visitas a Jesus Sacramentado, por Santo Afonso Maria de Ligório
Como fazer a Visita à Jesus Sacramentado?
Recolha-se diante do Santíssimo Sacramento, em silêncio, por alguns minutos. Faça em seguida:
 
1. A Oração Preparatória;
2. A Visita para o dia do Mês;
3. Uma breve meditação naquilo que leu, faça suas orações espontâneas, converse com Jesus;
4. A Comunhão Espiritual.
 
 
Oração Preparatória
Senhor meu Jesus Cristo, que, pelo amor que tendes aos homens, estais de noite e de dia neste Sacramento, todo cheio de piedade e de amor, esperando, chamando e recebendo todos os que vêm visitar-Vos; eu creio que estais presente no Santíssimo Sacramento do altar.
 
Eu Vos adoro do abismo do meu nada e Vos dou graças por todos os benefícios que me tendes feito; especialmente por Vós mesmo dardes a mim neste Sacramento, por me terdes concedido como advogada Vossa Mãe Santíssima, e por me terdes chamado a visitar-Vos nesta igreja. Eu Vos saúdo, pois hoje, o Vosso amantíssimo Coração e a minha intenção é fazê-lo por três motivos: primeiro, em ação de garças por esta grande dádiva; segundo, para compensar-Vos de todas as injúrias que tendes recebido, neste Sacramento, de todos os Vossos inimigos; terceiro, com intenção de adorar-Vos, nesta visita, em todos os lugares da terra onde Vossa presença sacramental estais menos reverenciado e em maior abandono.
 
Meu Jesus, eu Vos amo de todo o meu coração; pesa-me de ter, no passado, tantas vezes ofendido a Vossa divina bondade. Proponho, com o auxílio de Vossa graça, nunca mais ofender-Vos para o futuro. E, no presente, miserável qual sou, eu me consagro todo a Vós e renuncio a toda a própria vontade, a todos os afetos e desejos, e a tudo o que é meu, para vo-lO oferecer . De hoje em diante fazei Vós de mim e de tudo o que me pertence aquilo o que for de Vosso agrado. Só procuro e só peço o Vosso santo amor, a perseverança final e o perfeito cumprimento de Vossa vontade.
 
Recomendo-Vos as almas do purgatório, especialmente as mais devotas do Santíssimo Sacramento e da Bem-aventurada Virgem Maria. Recomendo-Vos também todos os pobres pecadores.
 
Finalmente, desejo unir, meu querido Salvador, todos os meus afetos com os de Vosso amorosíssimo Coração; e, assim unidos, os ofereço a Vosso Eterno Pai e lhe peço em Vosso Nome que por Vosso amor os queira aceitar e atende.
 
 
Artigo Visto: 177 - Impresso: 2 - Enviado: 0
 

ATENÇÃO! Todos os artigos deste site são de livre cópia e divulgação desde que sempre sejam citados a fonte www.salvaialmas.com.br

 

Visitas Únicas Hoje: 910 - Total Visitas Únicas: 2032677 - Usuários Online: 98
Copyright 2015 - www.salvaialmas.com.br - Todos os Direitos Reservados
Desenvolvido por: www.espacojames.com.br/sites