Newsletter
Receba nossos artigos diretamente no seu email.
Nome
Email
Cadastro manual: Entre em contato
 




 
 
24/06/2013
Compêndio do C.I.C. - 567 a 598
A vida de oração
 
 
 

CAPITULO TERCEIRO - A vida de oração

567. Quais momentos são mais indicados para a oração?

Todos os momentos são indicados para a oração, mas a Igreja propõe aos fiéis ritmos destinados a alimentar a oração contínua: orações da manhã e da noite, antes e depois das refeições; liturgia das Horas; Eucaristia dominical; santo Rosário; festas do ano litúrgico. 2697-2698 2720

"É preciso lembrar-se de Deus com mais frequência do que se respira" (São Gregório Nazianzeno).

568. Quais são as expressões da vida de oração?

A tradição cristã conservou três modos para exprimir e vivera oração: a oração vocal, a meditação e a oração contemplativa. Seu traço comum é o recolhimento do coração. 2697-2699

569. Como se caracteriza a oração vocal?

A oração vocal associa o corpo a oração interior do coração. Até a mais interior das orações não poderia ficar sem a oração vocal. Em todos os casos ela deve sempre brotar de uma fé pessoal. Com o Pai-nosso, Jesus nos ensinou uma fórmula perfeita de oração vocal. 2700-2704 2722

570. O que é a meditação?

A meditação é uma reflexão orante, que parte sobretudo da Palavra de Deus, na Bíblia. Põe em ação a inteligência, a imaginação, a emoção, o desejo, para aprofundar a nossa fé, converter o nosso coração e fortificar a nossa vontade de seguir Cristo. É uma etapa preliminar para a união do amor como Senhor. 2705-2708 2723

571. O que é a oração contemplativa?

A oração contemplativa é um simples olhar sobre Deus, no silêncio e no amor. É um dom de Deus, um momento de fé pura durante o qual o orante procura Cristo, remete-se à vontade amorosa do Pai e recolhe o seu ser sob a moção do Espírito. Santa Teresa de Ávila a define como uma íntima relação de amizade, "na qual nos entretemos muitas vezes a sós com Deus por quem nos sabemos amados". 2709-2719 2724 2739-2741

O COMBATE DA ORAÇÃO

572. Por que a oração é um combate?

A oração é um dom da graça, mas pressupõe sempre uma resposta decidida de nossa parte, porque aquele que reza combate contra si mesmo, o ambiente e sobretudo contra o Tentador, que faz de tudo para o distrair da oração. 0 combate da oração é inseparável do progresso da vida espiritual. Reza-se como se vive, porque se vive como se reza. 2725

573. Há objeções a oração?

Além de conceitos errôneos, muitos pensam não ter tempo de rezarou que seja inútil rezar. Aqueles que rezam podem desanimar diante das dificuldades e dos aparentes insucessos. Para vencer esses obstáculos são necessárias a humildade, a confiança e a perseverança. 2726-2728 2752-2753

574. Quais são as dificuldades da oração?

A distração é a dificuldade habitual da nossa oração. Ela tira a atenção de Deus e pode até revelar aquilo a que estamos apegados. 0 nosso coração então deve voltar-se humildemente ao Senhor. A oração é muitas vezes insidiada pela aridez, cuja superação permite na fé aderir ao Senhor, mesmo sem uma consolação sensível. A acídia é uma forma de preguiça espiritual devida ao relaxamento da vigilância e à deficiente guarda do coração. 2729-2733 2754-2755

575. Como fortificar a nossa confiança filial?

A confiança filial é posta à prova quando pensamos não ser ouvidos. Temos de nos perguntar então se Deus é para nós um Pai cuja vontade procuramos fazer, ou é um simples meio para obter o que queremos. Se a nossa oração se une à de Jesus, sabemos que ele nos concede muito mais deste ou daquele dom: recebemos o Espírito Santo que transforma o nosso coração. 2734-2741 2756

576. É possível rezar a todo momento?

Rezar é sempre possível, porque o tempo do cristão é o tempo de Cristo ressuscitado, o qual "está conosco todos os dias" (Mt 28,20). Oração e vida cristã são, por isso, inseparáveis: 2742-2745 2757 "É possível, até no mercado ou durante um passeio solitário, fazer uma frequente e fervorosa oração. É possível também na loja, ao comprarmos ou ao vendermos, ou também enquanto cozinhamos"(São João Crisóstomo).

577. O que é a oração da Hora de Jesus?

É chamada assim a oração sacerdotal de Jesus na última Ceia. Jesus, o Sumo Sacerdote da Nova Aliança, dirige-a ao Pai quando chega a Hora da sua "passagem" para ele, a Hora do seu sacrifício. 2604 2746-2751 2758

 A Oração do Senhor: Pai Nosso

578. Qual é a origem da oração do Pai-nosso?

Jesus nos ensinou essa oração cristã insubstituível, o Pai-nosso, num dia em que um discípulo, vendo-o rezar, lhe pediu: "Ensina-nos a orar" (Lc 11,1). A tradição litúrgica da Igreja sempre usou o texto de São Mateus (6,9-13). 2759-2760 2773

"O RESUMO DE TODO O EVANGELHO"

579. Qual é o lugar do Pai-nosso nas Escrituras?

O Pai-nosso é o "resumo de todo o Evangelho" (Tertuliano), "a mais perfeita das orações" (Santo Tomás de Aquino). Situado no centro do Discurso da Montanha (Mt 5-7), retoma sob forma de oração o conteúdo essencial do Evangelho. 2761-2764 2774

580. Por que é chamado de "a oração do Senhor"?

O Pai-nosso é chamado de "Oração dominical", ou seja, "a oração do Senhor", porque nos foi ensinada pelo próprio Senhor Jesus. 2765-2766 2775

581. Que lugar ocupa o Pai-nosso na oração da Igreja?

Oração da Igreja por excelência, o Pai-nosso é "entregue" no Batismo para manifestar o novo nascimento para a vida divina dos filhos de Deus. A Eucaristia revela seu sentido pleno, pois seus pedidos, fundando-se no mistério da salvação já realizado, serão plenamente atendidos na vinda do Senhor. 0 Pai-nosso é parte integrante da liturgia das Horas. 2767-2772 2776

"PAI NOSSO QUE ESTAIS NO CÉU"

582. Por que podemos "ousar nos aproximar com plena confiança" do Pai?

Porque Jesus, o nosso Redentor, nos põe diante do Rosto do Pai, e o seu Espírito faz de nós filhos. Podemos assim rezar o Pai-nosso com uma confiança simples e filial, uma alegre segurança e uma humilde audácia, com a certeza de sermos amados e ouvidos. 2777-2778 2797

583. Como é possível invocar a Deus como "Pai"?

Podemos invocar o "Pai" porque o Filho de Deus feito homem no-lo revelou e o seu Espírito no-lo fez conhecer. A invocação do Pai nos faz entrar no seu mistério com uma admiração sempre nova e suscita em nós o desejo de um comportamento filial. Com a oração do Senhor estamos, portanto, conscientes de ser filhos do Pai no Filho. 2779-2785 2789 2798-2800

584. Por que dizemos Pai "Nosso"?

"Nosso" exprime uma relação totalmente nova com Deus. Quando rezamos ao Pai, nós o adoramos e o glorificamos com o Filho e o Espírito. Somos em Cristo o "seu" Povo, e ele é o "nosso" Deus, desde agora e pela eternidade. Dizemos, com efeito, Pai "nosso" porque a Igreja de Cristo é a comunhão de uma multidão de irmãos que têm "um só coração e uma só alma" (At 4,32). 2786-2790 2801

585. Com que espírito de comunhão e de missão rezamos a Deus Pai"nosso"?

Uma vez que rezar ao Pai "nosso" é um bem comum dos batizados, eles sentem o urgente apelo de participar da oração de Jesus pela unidade dos seus discípulos. Rezar o "Pai-nosso" é rezar com e por todos os homens, a fim de que conheçam o único e verdadeiro Deus e sejam reunidos na unidade. 2791-2793 2801

586. O que significa a expressão "que estais no céu"?

Essa expressão bíblica não indica um lugar, mas um modo de ser: Deus está além e acima de tudo. Designa a majestade, a santidade de Deus, e também a sua presença no coração dos justos. 0 céu, ou a Casa do Pai, constitui a verdadeira pátria para a qual tendemos na esperança enquanto estamos ainda nesta terra. Nós já vivemos nela "escondidos com Cristo em Deus" (Cl 3,3). 2794-2796 2802

OS SETE PEDIDOS

Ela contém sete pedidos a Deus Pai. Os primeiros três, mais teologais, levam-nos a ele, para a sua glória: é próprio do amor pensar em primeiro lugar naquele que se ama. Eles sugerem o que devemos especialmente lhe pedir: a santificação do seu Nome, o advento do seu Reino, a realização da sua vontade. Os últimos quatro apresentam ao Pai de misericórdia as nossas misérias e as nossas expectativas. Pedem-lhe que nos alimente, que nos perdoe, que nos sustente nas tentações e que nos livre do Maligno. 2803-2806 2857

588. O que significa: "Santificado seja o vosso nome"?

Santificar o Nome de Deus é antes de mais nada um louvor que reconhece a Deus como Santo. Com efeito, Deus revelou o seu santo Nome a Moisés e quis que o seu povo lhe fosse consagrado como uma nação santa em que ele habita. 2807-2812 2858

589. Como é santificado o Nome de Deus em nós e no mundo?

Santificar o Nome de Deus que nos chama "à santidade" (1Ts 4,7) é desejar que a consagração batismal vivifique toda a nossa vida. Além disso, é pedir, com a nossa vida e a nossa oração, que o Nome de Deus seja conhecido e bendito por todos os homens. 2813-2815

590. O que pede a Igreja ao rezar: "Venha o vosso Reino"?

A Igreja invoca a vinda final do Reino de Deus mediante o retorno de Cristo na glória. Mas a Igreja reza também para que o Reino de Deus cresça desde já graças à santificação dos homens no Espírito e, graças ao empenho deles, a serviço da justiça e da paz, segundo as Bem-aventuranças. Esse pedido é o clamor do Espírito e da Esposa: "Vem, Senhor Jesus" (Ap 22,20). 2816-2821 2859

591. Por que pedir: "Seja feita a vossa vontade, assim na terra como no céu"?

A vontade do Pai é que "todos os homens se salvem" (lTm 2,3). Para isso Jesus veio: para realizar perfeitamente a Vontade salvífica do Pai. Nós pedimos a Deus Pai que una a nossa vontade à do seu Filho, a exemplo de Maria Santíssima e dos Santos. Pedimos que o seu desígnio benévolo se realize plenamente na terra como no céu. É mediante a oração que podemos "distinguir a vontade de Deus" (Rm 12,2) e obter a "perseverança para cumpri-la" (Hb 10,36). 2822-2827 2860

592. Qual é o sentido do pedido: "O pão nosso de cada dia nos dai hoje"?

Ao pedir a Deus, com o abandono confiante dos filhos, o alimento cotidiano necessário a todos para a própria subsistência, reconhecemos quanto Deus nosso Pai é bom para além de toda bondade. Pedimos também a graça de saber agir para que a justiça e a partilha permitam que a abundância de uns possa suprir as necessidades dos outros. 2828-2834 2861

593. Qual é o sentido especificamente cristão desse pedido?

Uma vez que "não se vive somente de pão, mas de toda palavra que sai da boca de Deus" (Mt 4,4), esse pedido diz respeito igualmente à fome da Palavra de Deus e à do Corpo de Cristo recebido na Eucaristia, bem como à fome do

Espírito Santo. Nós o pedimos com uma confiança absoluta, para hoje, o hoje de Deus, e isso nos é dado sobretudo na Eucaristia, que antecipa o banquete do Reino que virá. 2835-2837 2861

594. Por que dizemos: "Perdoai as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido"?

Ao pedir a Deus Pai que nos perdoe, reconhecemo-nos como pecadores diante dele. Mas confessamos ao mesmo tempo a sua misericórdia, porque, no seu Filho e mediante os sacramentos, "temos a redenção, o perdão dos pecados" (Cl 1,14). 0 nosso pedido, todavia, será ouvido somente sob a condição de que nós, antes, tenhamos, por nossa vez, perdoado. 2838-2839 2862

595. Como é possível o perdão?

A misericórdia penetra no nosso coração somente se também soubermos perdoar, mesmo os nossos inimigos. Ora, mesmo se para o homem pareça impossível satisfazer essa exigência, o coração que se oferece ao Espírito Santo pode, como Cristo, amar até o extremo do amor, mudar a ferida em compaixão, transformar a ofensa em intercessão. 0 perdão participa da misericórdia divina e é um ponto alto da oração cristã. 2840-2845 2862

596. O que significa: "Não nos deixeis cair em tentação"?

Nós pedimos a Deus Pai que não nos deixe sós ao sabor da tentação. Pedimos ao Espírito que saibamos discernir, de uma parte, entre a prova que faz crescer no bem e a tentação que leva ao pecado e à morte, e, de outra, entre ser tentado e consentir na tentação. Esse pedido nos une a Jesus que venceu a tentação com a sua oração. Solicita a graça da vigilância eda perseverança final. 2846-2849 2863

597. Por que concluímos, pedindo: "Mas livrai-nos do Mal"?

O Mal indica a pessoa de Satanás que se opõe a Deus e que é"o Sedutor do mundo inteiro" (Ap 12,9). A vitória sobre o diabo já foi conseguida por Cristo. Mas nós pedimos a fim de que a família humana fique livre de Satanás e das suas obras. Pedimos também o dom precioso da paz e a graça da espera perseverante da vinda de Cristo, que nos libertará definitivamente do Maligno. 2850-2854 2864

598. O que significa o Amém final?

"No final da oração, tu dizes: Amém, ressaltando com o Amém, que significa ASSIM SEJA, tudo o que está contido na oração.

                                                                                         

                      F I M do Compêndio

 

 
 
Artigo Visto: 1474 - Impresso: 36 - Enviado: 9
 

ATENÇÃO! Todos os artigos deste site são de livre cópia e divulgação desde que sempre sejam citados a fonte www.salvaialmas.com.br

 

Visitas Únicas Hoje: 256 - Total Visitas Únicas: 1670441 - Usuários Online: 58
Copyright 2015 - www.salvaialmas.com.br - Todos os Direitos Reservados
Desenvolvido por: www.espacojames.com.br/sites